quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Uma das saudades

Uma das saudades que vem é como aquela foto que se perdeu porque tinha que se perder, a melhor delas. Estava no velho HD externo, uma DSC456, uma JPG003, blabla, sei lá, procurei mais um pouco mas não adiantou. Uma das saudades que vem é aquele passeio depois da aula, longa caminhada que podia ser feita de ônibus mas a gente decidiu ir a pé. A tarde de ócio jovem, as conversas que não levam a lugar algum, nunca. Ela vem e fica. Saudade, saudade, eu falo a palavra até esvaziar, vazar bastante o seu peso, então o que ocorre é que acaba inundando toda a cidade, a rua por onde a gente andava lá no canto da memória, a rua por onde eu vou agora. Se pelo menos eu pudesse achar a foto... Acho que vou ter que me contentar em fazer um desenho com palavras por aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário